TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Digital clock - DWR

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Passado, Presente e Futuro, assim se conta história, assim se faz a história.

Ontem recebi um convite para estar na Câmara de São José dos Campos em reunião com a secretaria Estadual das mulheres do partido em que  tento militar, nem sempre é possível, exitem divergências, não dá para concordar com tudo o tempo todo, muito menos fazer vistas grossas para situações obvias, vamos tentando entender e administrar da melhor maneira possível, estar filiada a um partido é isso, mesmo porque hoje em dia fazer vistas grossas para a politica é como ignorar sua própria vida, temos que ao menos estar a par das situações e para isso não existe a necessidade de compor quadro nenhum....rsrsrsrsr

Durante a conversa de algumas horas com Ana Martins percebemos nitidamente a diferença que existe entre partidos, ao contrario da visão generalizada que a maioria das pessoas desenvolveu após tantos anos e muita corrupção.
PCdoB é um partido formado em sua essência por homens e mulheres estudiosos e determinados e que mantem suas origens apesar da abertura politica que teve nos últimos anos, é preciso conhecer a fundo as pessoas e suas histórias para conseguir formar uma boa linha de raciocínio e interpretações, sem se esquecer que manifestações do tamanho que tivemos ultimamente só são possíveis de acontecer em um pais de pessoas livres para protestar,  em outras épocas nada disso seria possível.  
Nem tudo são flores, claro, que temos as excessões que nos envergonham mundo a fora, mas isso existe em todos os segmentos da sociedade, e não faria sentido algum estar filiada a um partido politico se ainda não acreditasse em algo, falar e não tentar colocar em pratica é perder tempo precioso de vida, como não sou do tipo que apenas fica reclamando,  reclamando,  reclamando, então vamos as atividades prezados amigos....

Entre os inúmeros temas debatidos com Ana Martins, um material muito interessante que ela nos proporcionou em pequena quantidade e que aproveito o veiculo de comunicação aqui para apresentar aos leitores deste blog é a Lei Maria da Penha em Cordel, material criativo, informativo de alto nível cultural e de fundamental importância, tendo em vista que nosso pais hoje  ainda é um dos maiores indicies de agressão  as mulheres, que tem tido um papel cada vez maior e mais importante no cenário politico municipal, estadual e federal, claro que aqui em Campos do Jordão em um passado recente  tivemos excessões tanto em legislativo como em executivo, mas infelizmente são os mandatos desastrosos que nos motivam a seguir em frente empenhados, reflexivos e cada vez melhores nos trabalhos que nos propusemos fazer.
Os mandatos são os mesmos, porem as pessoas não são iguais, melhores ou piores.....
Naturalmente que não perdi minha oportunidade de dizer a todos que estavam na reunião  o que tenho pensado sobre toda esta situação, minha surpreza em  ver o PT acomodado no governo e perdendo suas linhas de dialogo, somados ao discurso disforme da presidente Dilma em relação a importação  de médicos, entre muitos outros temas.
Ana Martins fez uma reflexão importante quando explicou que o PT esta no governo porem não no poder, diferente de outras épocas, hoje o poder vem sendo dividido em camadas e segmentos como evangélicos, estudantes, judiciario, associações comerciais, movimentos sindicais, redes de TVs, entre outros  e que este tipo de fato só é passivel de acontecer em um pais onde as pessoas são livres.
Sim e não, eu concordo discordando, temos um sistema judiciário no minimo duvidoso, então não somos tão livres assim, temos redes de TVs que apresentam apenas algumas informações da maneira que melhor lhes convem, então existe a possibilidadede estarmos sendo manipulados, ou seja temos muito que discutir sobre o tema ainda, mas acho dificil chegarmos a um denominador comum agora.

Claudio Silva  lembrou que de 1986 para o tempos atuais os partidos de esquerda militavam empenhados na formação e desenvolvimento de sindicatos e junto aos  movimentos sindicais na reivindicação de melhores condições, em um movimento como este que teve inicio com o passe livre, não tinha exatamente uma meta,  era apenas uma massa insatisfeita com o desempenho politico administrativo dos que se encontram no governo, porem a mesma massa insatisfeita é aquela que ultimamente muito mal sai  para votar no dia das eleições, que nunca partipa de debates, e faz exatamente como aconteceu em Campos do Jordão, e eu estava lá e vi, a movimentação foi até a Câmara, foi recebida por todos os vereadores, ouviram suas reivindicações e rapidamente se retiraram do recinto permitindo que a sessão tivesse inicio quase 1 hora depois,  como "Dantes no quartel de Abrantes", vereadores praticamente sozinhos deram inicio a sessão com apenas meia duzia de gatos pingados para acompanhar...Pergunta, quantos dos manifestantes permancem fazendo acompanhamento de Câmara até os dias de hoje?
O apanhado que podemos tirar de todos os acontecimentos sem duvida nénhuma que o momento é de observação estudos e muitos debates, pois só, irão sobreviver neste cenário politico daqui uns tempos quem tiver  foco nos trabalhos, RESPONSABILIDADES COM O DINHEIRO PUBLICO e empenho com as necessidades populares, nosso municipio clama por desenvolvimento sustentavel, nossos jovens estão sem altenativa, e nós todos estamos cheios de experiencias importantes a serem repassadas a todos. 
As manifestações vem sendo explicadas de tantas maneiras que as vezes confunde a cabeça das pessoas, mas tem uma frase que diz, que o importante é se fazer entender, e isso esta claro, queremos mudanças, melhorias, progressos, condições, trabalho, saude educação e não queremos mais pessoas corruptas, individualistas. 
Agora o povo pede por pessoas autenticas, e nós temos?



Nenhum comentário:

Postar um comentário