TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Digital clock - DWR

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Uma porta separa a realidade da ilusão.

Prédio em ruínas da Santa Casa de Campos do Jordão
Pela manhã fui levar meu sobrinho ao médico que coincidentemente atende ao lado do prédio abandonado e em ruínas da falecida Santa Casa de Campos do Jordão, e não tem como não ser nostálgico ao olhar o velho prédio.
Grande parte da cidade ou nasceu ali, ou tem lembranças daquele velho hospital em ruínas. 
Um dia fui a um churrasco na casa de uma pessoa que trabalha na área da saúde (ou pelo menos trabalhava) a muitos anos,  e foi impossível não abordar o tema saúde nos diálogos. Praticamente todos que estavam lá,  já haviam trabalhado na Santa Casa e começaram a contar suas lembranças; algumas tristes,  outras super divertidas, mas todos com lagrimas nos olhos de tristeza de ver o prédio na situação que se encontra hoje e pelos motivos apontados; palco de velhas disputas politicas e incompetência administrativa.
Eu por exemplo, com meus 17 anos tive meu único filho ali, estava olhando o prédio e pensando que; um dia a unica porta que separou minha cria  do resto do mundo que ele acabava de chegar,  foi esta, e ela funcionava perfeitamente. 
Me lembro que tinha um banco na entrada e a esquerda do corredor era a maternidade, na época que ele nasceu,  aquele berçário estava repleto de crianças. 
Hoje minha cria esta com 23 anos,  e todos nós sabemos que ninguém mais, vai nascer ali.
Campos do Jordão vai ter isso, Campos do Jordão vai ter aquilo, Campos do Jordão vai ter aquilo outro, mas e aí?
A unica porta que precisava ser aberta, a unica porta que bastava ser aberta!


Nenhum comentário:

Postar um comentário