TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Digital clock - DWR

sábado, 4 de setembro de 2010

Tentativa de impugnação

Segue abaixo nota sobre a tentativa da justiça eleitoral de nos impgnar nossa candidatura a deputado estadual
Nota da Coordenação da campanha
Joaquim ‘Boca’ Aristeu – 50060 – deputado estadual – PSOL-SP
Diante da insistente preocupação da imprensa, cidadãos e eleitores em relação à situação do registro da candidatura de Joaquim ‘Boca’ Aristeu a deputado estadual pelo PSOL de São Paulo, temos a declarar o que segue.

1. Nossa campanha continua com toda a força.
Antes de tudo, reiteramos que a campanha do companheiro Joaquim continua firme nas ruas, portas de fábrica, feiras livres, terminais de ônibus e nas atividades organizadas por apoiadores de toda a região do Vale do Paraíba e outras partes do estado.
Não paramos um minuto e não há nada que nos fará parar de dialogar com setores amplos dos trabalhadores na defesa do socialismo. Nem mesmo os recentes problemas de saúde, decorrentes do intenso trabalho militante do companheiro Joaquim, e sua recente hospitalização por alguns dias, impediram que sua campanha continuasse sendo feita por seus apoiadores.
A candidatura do companheiro Joaquim não é um projeto individual. Trata-se de um projeto coletivo, uma iniciativa de seus companheiros de luta, de seu partido, o PSOL, de sua corrente política, a Liberdade Socialismo e Revolução (LSR), e de todos aqueles que vêem em Joaquim uma figura pública capaz de levantar as bandeiras de luta que defendemos. Sua campanha é um instrumento de luta da classe trabalhadora por seus direitos e por uma sociedade socialista.
Por essa razão, nossa atitude diante de qualquer obstáculo no cumprimento de nossos objetivos só pode ser a de redobrar nossa disposição militante para superar esses problemas.
Além de todas as propostas de luta que levantamos em defesa dos direitos dos trabalhadores e de uma transformação radical na sociedade brasileira passaremos agora, a empunhar mais uma bandeira: o direito de um operário socialista candidatar-se a deputado para defender os interesses dos trabalhadores.

2. Não somos responsáveis pelos erros da Justiça Eleitoral
Não aceitamos que cassem o direito de Joaquim ser candidato. Ainda mais quando as razões apontadas referem-se a problemas burocráticos da própria Justiça Eleitoral e, portanto, nenhuma irregularidade da candidatura de Joaquim.
A Justiça Eleitoral alega, até o momento, que há dupla filiação do companheiro Joaquim. Isso já foi desmentido com documentos e provas abundantes, incluindo a concordância dos dois partidos supostamente envolvidos. Todos aqueles que acompanham a vida sindical e política de esquerda no Vale do Paraíba conhecem bem o processo de ingresso de Joaquim no PSOL em 2008.
A situação fica ainda mais gritante quando vemos notórios bandidos da política burguesa terem suas candidaturas deferidas e legitimadas ao mesmo tempo em que a Justiça Eleitoral de São Paulo provoca essa confusão injustificável no caso de um legítimo militante da esquerda socialista. Temos absoluta certeza de que o registro de nossa candidatura será confirmado até a última instância e não nos intimidaremos.
Também alertamos a toda nossa base de apoio e a todos os trabalhadores em relação às ações que a direita e os candidatos dos patrões estão promovendo para gerar confusão entre nossos potenciais eleitores e apoiadores. A campanha de Joaquim ‘Boca’ está nas ruas, pedindo o voto dos trabalhadores, defendendo o programa do socialismo e chamando à organização da nossa classe para a luta.
Estamos confiantes e nossa luta continua! Vote Joaquim ‘Boca’ Aristeu – 50060 – PSOL!

Jacareí, 03 de setembro de 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário