TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Digital clock - DWR

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Nós podemos ser melhores.


Até o momento estou sem entender a mentalidade de alguns, que defenderam fanaticamente a candidatura dos presidenciáveis.
Nem tem como negar que o pais se dividiu ao meio, chegamos a esta conclusão baseados nos índices eleitorais de Dilma e Aercio, sem contar nas abstenções, 51,63% contra 48,36%.
Foi uma diferença apertada que mostrou claramente o quanto o pais esta insatisfeito com o desempenho do governo,  apesar dos investimentos em políticas sociais.
E fica de sinal de alerta a presidente eleita Dilma Roussef e seus nomeados que o mar não esta pra peixe e se não reverem rapidamente seus conceitos, mais tempo, menos tempo acabaram sendo expurgados do governo.
Aercio Neves teve votos no pais inteiro,  assim como Dilma também teve, em maior e menor escala mas em todos os municípios e estados e não necessariamente como alguns que se intitulam mais e melhores que outros tem afirmado em redes sociais, cometendo inclusive crime de racismo e se mostrando grandes preconceituosos.
Difícil olhar para estas pessoas com bons olhos!
Fiquei chateada quando vi postagens grosseiras inclusive de parentes meus taxando os eleitores da Dilma de usuários de Bolsa Miséria, ou menos informados, ou nordestinos que invadem São Paulo,  afirmando que tem nojo de pobres, entre outras coisas do gênero.
Porem estes que perderam o tempo de vida deles;  disseminando ódio e expondo sem dó o perfil neurótico e frustrado,  nas redes sociais, se esqueceram de que alem de ambos candidatos terem tido votos no pais inteiro o Senador Aercio Neves, perdeu no estado dele Minas Gerais assim como também Rio de Janeiro, portanto este,  acaba sendo apenas mais um motivo para pararem de grosserias com o povo nordestino e os eleitores da Dilma.
A eleição acabou e eu sinceramente não acredito que ninguém iria ficar mais rico com este ou com aquele presidenciável no poder, sem levantar cedo e cumprir com suas obrigações de cidadão brasileiro, trabalhando, pagando suas contas, cumprindo com seu dever ético e moral para com sua família etc, a eleição acabou.
Devo salientar também que muito deste sentimento de pais dividido entre Ricos X Pobres,  veio do fanatismo petista, exatamente como o fanatismo tucano que desencadeou severos debates dentro e fora das redes sociais, onde percebíamos apenas um troca de acusações como quem disputa o posto de “O menos corrupto, ou o mais corrupto”, pois era a única coisa que ficava clara, nítida como a água,  quem nem temos mais tão disponível.
Isso era definitivamente deprimente de ambas partes.
Eu por exemplo votei na Dilma, confesso que não foi um voto satisfeito, pois não concordei com muitas posturas dela;  como no caso do programa mais médicos.
Tive a oportunidade de assistir uma palestra do Ministro Arthur Chioro no Congresso Paulista de Municípios,  onde ele fez um explanado sobre o programa mais médicos, porem não explicou a falta de patriotismo e respeito do governo em buscar profissionais em outro pais abandonando os nossos aqui como se fossem nada, e devo salientar que temos universidades, mestres, doutores, inclusive profissionais brasileiros que atenderam a presidente Dilma e o ex- presidente Lula quando precisaram.
Fui e sou terminantemente contra o programa, se temos profissionais aqui, eles merecem respeito, assim como a área da saúde merece investimentos em equipamentos e políticos mais qualificados e menos mal intencionados nas respectivas nomeações para as gestões de algumas pastas, quase todas né?
Também nem preciso lembrar ninguém de que o governo do Lula assim como o governo da Dilma passou longe de ser um governo de esquerda, tendo em vista a mescla de partidos que compõem o governo e se não fosse assim, certamente NÃO SERIA POSSÍVEL, CERTO?
Se bem que incompetentes, corruptos e mal intencionados  tem em todos os segmentos da vida social,  basta olhar a nossa realidade.
Por outro lado entendo e vejo o quanto a distribuição de renda aconteceu nos últimos 12 anos de governo petista, não me refiro só ao programa bolsa família, mas as viabilizações de curso superior, assim como cursos técnicos,  ou seja,  a capacitação profissional,  sem contar os investimentos em políticas sociais e isso,  só percebe quem já teve a oportunidade de acompanhar de bem perto a pobreza espalhada pelo pais;  onde geladeira, maquinas de lavar, micro ondas, viagens de avião e Tvs,  eram artigos de luxo e poucos tinham acesso;  empregada domestica não tinha sua categoria reconhecida e muito menos regulamentada, (entre tantas outras categorias que foram criadas) a fome ainda era o carro chefe da nação que assustava o mundo, por ser um pais extenso de terras e de rendas tão baixa e mal distribuídas a ponto do nosso povo passar fome,  este índice ainda não esta zerado, mas esta muito reduzido,  a matéria de sociologia foi retirada da grade de ensino pelo então presidenciável Fernando Henrique Cardoso, um sociólogo, uma contradição que a meu ver, só tinha uma explicação; quanto menos informação nas escolas, mais facilitada a reeleição do político que enxerga seu povo como massa de manobra, entre tantas outras questões que não vou me ater aqui agora. Nestes últimos 12 anos a vida do brasileiro que era pobre melhorou.
Mas este é parte do meu conceito sobre em quem eu deveria votar,  veja bem; eu não sou usuária de bolsa miséria como alguns ignorantes tem afirmado em relação aos eleitores da Dilma, ( mas se em algum momento houvesse a necessidade,  ficaria muito satisfeita de saber que tenho amparo do meu governo para um momento difícil) tenho vários mestres e doutores que já me deram aula na faculdade que como eu votaram na Dilma, sempre tive muito respeito por todo mundo, a eleição foi uma disputa democrática,  como a muito tempo não víamos e no final das contas todos sabiam que alguém ganharia e alguém perderia, nem por isso eu saí por aí ofendendo quem não votou no mesmo candidato que eu, isso porque tenho RESPEITO PELAS PESSOAS.
Este tipo de comentário, não expõem quem são os eleitores da Dilma, mas expõem quem são alguns dos eleitores do Aércio.
Essas pessoas deveriam se envergonhar pela falta de respeito com os outros, aproveitarem as redes sociais para fazer algo útil, além de sair por aí  disseminando ódio, preconceito e ofendendo as pessoas. Isso é uma questão de educação.
Por fim eu realmente não pretendia escrever uma linha sequer sobre o tema, mas fiquei tão de saco cheio com as grosserias, que me levaram a questionar de fato com que tipo de gente convivemos todos os dias?
Gente que como todo mundo tem seus altos e baixos na vida, mas independente de condição econômica não dá direito de desqualificar, discriminar, retaliar, perseguir, taxar ou mesmo e pior de tudo, ofender ninguém seja eleitor de quem for.
Aproveitando a oportunidade, segue aqui uma série de sugestões para ocupação do tempo destas pessoas:
- Limpar o jardim do Lar do Outono;
- Tapar buracos da cidade;
- Catar lacre de latinhas de alumínio para o Hospital do Câncer de Barretos;
- Ajudar na decoração de Natal da cidade;
Entre tantas outras coisas, vê se faz alguma coisa útil e para de encher o saco com essa ladainha, entenda que não é possível mudar o passado, só será possível mudar o futuro através de ações bem intencionadas e de boa fé e temos muito que fazer juntos para mudar essa realidade sem muitas perspectivas e
ponto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário