TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

domingo, 15 de maio de 2011

Deputado Padre Afonso Lobato (PV), assina abaixo assinado pelo Impeachment do Prefeito de Taubaté

Da mesma maneira que a semana passada tentaram proibir a venda do Jornal Bom Dia Taubaté, essa semana, algum iluminado (a) assessor (a) ou Secretário dessa desastrada administração tsunami, teve a infeliz idéia de tentar proibir um direito constitucional dos cidadãos taubateanos hoje.Pelo segundo sábado consecutivo, moradores de Taubaté fizeram um protesto contra Roberto Peixoto. O prefeito é acusado de superfaturamento e recebimento de propina.
Enquanto nos concentravamos na Praça Santa Terezinha, também chegou e por lá permaneceu um grupo de "agentes da otoridade" de trânsito.
Inicialmente abordaram alguns integrantes do movimento perguntando sobre quem era o líder da manifestação.
Em seguida indagou se tínhamos conhecimento de que a manifestação não fora autorizada em virtude de causar transtornos ao trânsito.
Como informamos que não tínhamos conhecimento desse fato, e após informarmos que a nossa manifestação independe de autorização da Prefeitura, os mesmo permaneceram aguardando no local.

Depois do início da caminhada para a Praça Dom Epaminondas os ditos agentes não foram mais vistos.
Além disso ocorreu também a publicação de um texto atacando pessoalmente o Diretor Executivo da Transparência Taubaté, uma das lideranças do Movimento Limpa Taubaté.
Esse texto além de ter sido publicado como matéria paga em um jornal, foi reproduzido e afixado pela região central de Taubaté.
Episódios reles como esses só demonstram o nível de nossos adversários e também o nível rasteiro e covarde daqueles que defendem os corruptos encastelados no Palácio Bom Conselho.
PESSOALMENTE, DE MINHA PARTE ESTOU DISPOSTO A FAZER UM ACORDO COM O PREFEITO.
NÃO FAZEMOS QUESTÃO DE TODOS OS SÁBADOS FICAR PARTICIPANDO DESSAS MANIFESTAÇÕES.
O ACÔRDO QUE PROPONHO É O SEGUINTE:
NÓS PARAMOS COM AS MANIFESTAÇÕES, SOB DUAS CONDIÇÕES:
1 - QUE ELE CONVOQUE UMA AUDITORIA INDEPENDENTE, QUE ABRA A CAIXA PRETA E PROMOVA UM EXAME COMPLETO DE TODAS A CONTABILIDADE DA PREFEITURA E SUAS CONTAS BANCÁRIAS E DE SEUS SECRETÁRIOS E ASSESSORES. ASSIM QUE ENCERRAREM ESSA AUDITORIA E TODAS AS INVESTIGAÇÕES, E REALMENTE FICAR COMPROVADO QUE ÊLE E TODO O PRIMEIRO ESCALÃO SÃO INOCENTES DE TODAS AS ACUSAÇÕES.
2 - CASO SEJA COMPROVADO QUE HOUVE QUALQUER SUPERFATURAMENTO E DESVIOS DE RECURSOS, ENRIQUECIMENTO ILÍCITO, ETC., QUE TODOS OS PREJUIZOS CAUSADOS AOS COFRES PÚBLICOS SEJAM DEVIDAMENTE RESSARCIDOS.
CASO CONTRÁRIO, INFELIZMENTE PARA NÓS E PARA ÊLE, NÓS IREMOS CONTINUAR ALERTANDO A POPULAÇÃO E CHAMANDO A ATENÇÃO PARA OS FATOS.
Leia matéria completa em::: http://istosimetaubate.blogspot.com/2011/05/algum-iluminado-assessor-ou-secretario.html

Indignados, eles se reuniram para mais um protesto. Os manifestantes querem varrer a corrupção e mudar a política em Taubaté. A passeata, que saiu da Praça Santa Terezinha, foi organizada por ONGs, e dessa vez reuniu um número menor de pessoas. "Nós queremos que sejam apuradas todas as denúncias que ainda faltam ser apuradas. Existem inúmeras irregularidades apontadas", disse o presidente da ONG Limpa Taubaté, José de Campos Cobra.
O protesto foi motivado pelas recentes denúncias contra Peixoto. Ele é acusado de superfaturar contratos da prefeitura e até de receber pelo menos R$ 5 mi de propina. Os casos estão sendo investigados pela câmara municipal e pelo Ministério Público.
A ação não tem como objetivo apenas mostrar, publicamente, a insatisfação com o atual governo. Os participantes querem que a manifestação tenha como consequência a saída de Roberto Peixoto da prefeitura. Para isso, fizeram um abaixo-assinado que será encaminhado aos vereadores. "Eu acho exremamente importante as pessoas se unirem e nós tempos que botar a boca no trombone e lutar pelos nosso direitos", criticou o estudante Luis Guilherme Haad.
O prefeito de Taubaté, Roberto Peixoto, negou todas as acusações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário