TRADUTOR

English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

Digital clock - DWR

sábado, 18 de dezembro de 2010

O trem da alegria de Brasília vai desembarcar nos estados e municípios antes do trem bala

Assinar o abaixo assinado: http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2010N4596
Um bilhão e oitocentos milhões por ano, este deve ser o gasto que os aumentos aprovado pelos deputados federais na ultima quarta feira dia 15 de dezembro em uma seção relâmpago na câmara federal vai custar aos cofres públicos.
Foi uma vergonha, as vésperas do Natal e ao apagar das luzes dos atuais mandatos, os deputados federais terem aprovados este aumento abusivo a seus próprios salários e aos senadores, presidente e vice do pais e aos ministros de estado, aumentos esses que vão de 62 a 148%, passando os salários desta turma para vinte seis mil reais.
Esta pouca vergonha não para só na esfera nacional, esta aprovação absurda deste congresso oportunista vai ocasionar um efeito cascata em todo pais, as assembléias legislativas e as câmaras municipais ratificarão este trem da alegria para os deputados estaduais, governadores, secretários de estados, nos municípios sem duvidas as câmaras municipais vão repassar estes percentuais ao vereadores, prefeitos e secretários municipais, os quase dois bilhões projetados de gastos com certeza serão ultrapassados.
Só que estes mesmos deputados, senadores, presidente e governadores, prefeitos e vereadores tem divulgado nos últimos dias que precisarão realizar pesados cortes nos gastos públicos nos municípios, estados, e no pais, gastos esses que virão com cortes nos programas sociais ( saúde, educação, meio ambiente), nos investimentos com infla estruturas( estradas, saneamento básico, moradias, reforma agrária), fazer cumprir a lei de responsabilidade fiscal onde os salários dos servidores municipais, estaduais e federais serão congelados, aumento dos aposentados serão os menores possíveis, e os ataques aos direitos dos trabalhadores, a exemplo das reformas da previdência e trabalhista que esta na agenda dos governantes e parlamentares para o próximo período.
As organizações políticas e sindicais, como a CSP CONLUTAS, e demais entidades que não sucumbiram a esta política fisiológica e oportunista e que estão programando uma agenda de luta e mobilizações para o próximo ano contra os ataques a aposentadoria e aos direitos dos trabalhadores via reformas sindical, trabalhista, previdência deverão incluir desde já a denuncia e realizar atos públicos em todo o pais exigindo a revogação deste aumento absurdo votado pelos deputados no dia 15 de dezembro na câmara federal, e exigir que os aumentos dos políticos sejam o mesmo que esta sendo aprovado aos trabalhadores e aposentados de todo o pais, ou seja 97% dos trabalhadores tiveram aumentos entre 5 a 9%, e para os aposentados Lula e os Deputados falam em aumentar de 510 para 540 reais o salário do próximo mínimo, isto equivale a menos de 6%, não é justo que os deputados e senadores e demais políticos tenham salários que equivalerão até 51 vezes mais que os aposentados.

JOAQUIM BOCA ARISTEU
DIRETOR DA EXECUTIVA DA CSP CONLUTAS NO ESTADO DE SÃO PAULO e MILITANTE DA LSR, PSOL DE JACAREI SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário